Bitcoin, seu bilhete de passagem. Para o Céu ou Inferno? + Infográfico

Eduardinho

Eduardinho é Auditor da Receita Federal e educador na área de Finanças Pessoais. Criador do método Carteira Rica de enriquecimento, o autor compartilha suas dicas neste blog e vai ajudar você a transformar o modo como lidar com seus investimentos.

Você pode gostar...

2 Comentários

  1. Renato CG disse:

    Caro Eduardo, primeiramente quero lhe agradecer por compartilhar um material tão rico conosco. Adquirí seu curso sobre Tesouro Direto e estou entusiasmado com as perspectivas de investimento x retorno.
    Quanto ao amigo que está na pindaíba, deixo um breve depoimento.
    Já me vi em situação parecida, não tinha qualificação profissional tampouco me dedicava aos estudos. Tenho cinco irmãos e nesta época a situação deles não era diferente, nehum de nós tinha nível superior nem mesmo um curso técnico, mas, este paradigma começou a ser quebrado, começamos a estudar ” Graças a Deus”. Nos esforçamos e hoje eu (sempre com o apoio de minha amada esposa) e outros dois irmãos trabalhamos no setor público.
    Com esse emprego aumentei meu salário umas cinco vezes o que finalmente me dá condições de investir parte de minha renda. Dito isto, minha dica é: Estude! Preparesse para algum concurso público, partilarmente, considero a maneira mais meritocrática de consguir um bom emprego, na maioria dos cargos basta tirar uma boa nota na prova, porém, fazendo analogia ao excelente livro Alocação de Ativos do Henrique Carvalho, diversifique seus estudos, faça um curso técnico ou universitário de seu interesse, alguns estágios pagam bem mais que um salário mínimo, sem dúvida investir em educação transformará a sua vida.

  2. Renato C Guedes disse:

    Caro Eduardo, primeiramente quero lhe agradecer por compartilhar um material tão rico conosco. Adquiri seu curso sobre Tesouro Direto e estou entusiasmado com as perspectivas de investimento x retorno.
    Quanto ao amigo que está na pindaíba, deixo um breve depoimento.
    Já me vi em situação parecida, não tinha qualificação profissional, tampouco me dedicava aos estudos.
    Tenho cinco irmãos e nesta época a situação deles não era diferente, nenhum de nós tinha nível superior, nem mesmo um curso técnico.
    Mas, esse paradigma começou a ser quebrado, começamos a estudar (Graças a Deus). Nos esforçamos e hoje eu (sempre com o apoio de minha amada esposa) e outros dois irmãos trabalhamos no setor público.
    Com esse emprego aumentei meu salário umas cinco vezes, o que finalmente me dá condições de investir parte de minha renda.
    Dito isto, minha dica é: Estude! Prepare-se para algum concurso público, particularmente, considero a maneira mais meritocrática de conseguir um bom emprego.
    Na maioria dos cargos basta tirar uma boa nota na prova. Porém, “diversifique” seus estudos, faça um curso técnico ou universitário de seu interesse (alguns estágios pagam bem mais que um salário mínimo) sem dúvida investir em educação transformará a sua vida.