Fundos imobiliários: Como ter a maior rentabilidade no longo prazo?

fundos imobiliarios

Eduardinho

Eduardinho é Auditor da Receita Federal e educador na área de Finanças Pessoais. Criador do método Carteira Rica de enriquecimento, o autor compartilha suas dicas neste blog e vai ajudar você a transformar o modo como lidar com seus investimentos.

Você pode gostar...

6 Comentários

  1. Lavínia Martins disse:

    Muito bom, parabéns!

  2. Nelson de Souza Pereira disse:

    Excelente assunto. Sempre tive interesse em conhecer melhor o funcionamento dos Fundos Imobiliários, assim como o TD cujo curso adquiri semana passada e já vou começar os estudos no início desta semana. É, o bicho vai pegar…

  1. 11 de janeiro de 2017

    […] atenção, o IFIX é um índice “cheio”, ou seja, as distribuições dos fundos imobiliários estão computadas no resultado do […]

  2. 14 de outubro de 2016

    […] Fundos Imobiliários (FII): Os fundos imobiliários são fundos estruturados muito interessantes, já que gozam de incentivos tributários, geram uma renda passiva mensal, que pode ser usada em um plano de aposentadoria e permitem contornar grandes custos de entrada e saída na negociação direta das propriedades (imagine os gastos com corretagem, ITBI e cartório se os imóveis dos FII fossem negociados centenas de vezes). Leia mais em nosso artigo que fala sobre fundos imobiliários. […]

  3. 20 de janeiro de 2016

    […] Esses fundos podem ser adquiridos na Bovespa. Mais informações você encontra nesse artigo sobre fundos imobiliários e as cotações e “alugueis”, nessa ferramenta. Informações básicas sobre como […]

  4. 1 de junho de 2015

    Metaprogramming Ruby: Program Like the Ruby Pros

    Review”If you program in Ruby, buy this book. Twice. Ruby isn’t magic anymore, just great.”-Joe Alba”In Ruby, the practitioners of metaprogramming have