early retirement

Early retirement: Veja porque aposentar cedo não é loucura

Muitas pessoas têm pensado em aposentar cedo.

Se você leu nosso recente artigo sobre gastar dinheiro, viu que a geração atual enfrenta um forte dilema e não quer chegar aos 70 anos frustrada, com a sensação de que a vida lhe escapou entre os dedos.

Essa charge do Chris Guillebeau resume bem o principal medo dessa geração (tradução livre):

chris guillebeau

A realização pessoal é possível?

Impressiona o tema early retirement ser tão falado no exterior é tão pouco no Brasil. Por aqui, nem temos uma expressão correlata. “Aposentar cedo”, “aposentadoria antecipada” são tentativas de traduzir o que se quer dizer com isso.

Veja esse comparativo de quantidade de resultados na busca do Google para cada expressão exata:

Busca Resultados
early retirement 11.100.000
largar tudo 428.000
aposentadoria antecipada 26.400
aposentar cedo 5.740

Planejamento é a diferença

Pelo quadro já se percebe que o brasileiro não antecipa a aposentadoria, ele “larga tudo”. A diferença semântica é muito forte. Se você antecipa a aposentadoria, subentende-se que há um planejamento. Se você “larga tudo”, provavelmente estava sob intensa pressão e não resistiu. Deu uma guinada na vida e agora conta com sorte e flexibilidade para encarar o que der e vier.

Largar tudo não é opção

Se você não tem nada ($) além de preocupações, se seu emprego é ruim, se seus laços afetivos estão em crise, “largar tudo” é muito fácil. Afinal, você está abrindo mão de muito pouco e tentar a sorte pode ser uma alternativa.

Porém, a maioria das pessoas tem um enorme trade off para equacionar, ou seja, o que elas têm a ganhar é muito incerto para compensar a quantidade de coisas seguras das quais elas terão de abrir mão.

Em outras palavras, apesar das lindas histórias da TV e da web de quem largou tudo e é feliz, a realidade é algo bem mais complexo e muita coisa pode dar errado:

  • Você pode se cansar rapidamente da outra vida. Principalmente se você estiver achando passará o resto da vida viajando o tempo inteiro (viajar demais e o tempo todo cansa, já li vários relatos assim), ou achando que a vida será de férias infinitas.
  • Sua nova atividade provavelmente lhe pagará menos que a atual. Até aí, tudo bem. Quem pensa em adiantar a aposentadoria sabe que abrirá mão de parte da renda. Porém, se você depender inteiramente da renda do trabalho, isso pode tornar suas “férias definitivas” uma sequência de frustrações e privações.
  • Talvez você não saiba, mas um dia você envelhecerá. E quando estiver velho, não tiver mais pique e quiser descansar? Você deve conhecer as barbaridades do SUS, então será que sua renda passiva (perto de zero, de quem largou tudo) conseguirá arcar com o gasto de, pelo menos, mil reais mensais de plano de saúde e remédios?
  • Menos renda dificulta ter filhos (por um lado). As pessoas estão tendo menos filhos por dois motivos: um deles é o custo para criá-los, o outro é a falta de tempo para lhes dedicar. Ao “largar tudo”, você troca o segundo problema pelo primeiro.

aposentadoria antecipada

Uma solução é aposentar cedo

Tudo bem que você faça aventuras, mas você não pode confiar sua vida, seu futuro a uma aventura. Quando falamos em aposentar cedo, falamos de liberação de tempo para dedicação às atividades que lhe gerem realização pessoal.

Aposentar cedo é liberar tempo para dedicar ao que lhe gera realização pessoal, sem com isso comprometer seu futuro.

O que buscar?

O early retiree não se aposenta para ficar à toa. Ele troca o emprego formal pelas atividades que lhe trazem bem-estar e a sensação de plena realização pessoal.

Assim, deixa-se de trabalhar pelo dinheiro, ainda que essas atividades sejam remuneradas (para que se tenha a sensação de produzir algo).

As escolhas saem do campo da necessidade e entram no campo da liberdade.

A que se dedicar?

Alguns casos de quem se aposentou cedo para se dedicar a algo que lhe trouxesse realização:

  • Para quem gosta de cozinhar: há pessoas que deixam o emprego e abrem um restaurante ou pousada em destinos turísticos. Já vimos restaurantes assim que só abriam nos finais de semana.
  • Atividades ligadas a educação, inclusive ambiental. A pessoa com afinidade nessa área pode fazer uma centena de cursos diferentes e atuar naquilo que lhe propiciar maior bem estar. Veja que um curso de duas semanas, nesse local, custa 400 dólares por pessoa. É uma ótima renda, não acha? Não pense que isso só exista no exterior, conhecemos um engenheiro eletricista que trocou a cidade pelo campo e dá cursos ambientais aos sábados e domingos para pessoas da cidade e que lhe rendem mais de 5 mil reais por final de semana. Durante a semana ele rega a horta, pratica yoga, toca violão e faz móveis de bambu. No final de semana? Ele faz o mesmo, só que diante de uns vinte interessados.
  • Já pensou em escrever um livro? Os americanos sentem muito orgulho de escrever um livro. É como se deixassem uma “marca” de sua passagem por esse mundo. Os brasileiros, em geral, não têm essa vontade. Mas talvez você, assim como eu, tenha.
  • Abrindo o próprio negócio online. Seja na forma de e-commerce, na forma de blogs ou prestando serviço de design ou programação de aplicativos ou sites. Veja esse marceneiro que produz o artesanato e o vende online, em Portland.
  • Sabe aquelas atividades sazonais? Como trabalhar com turismo – guias, oferecer passeios, etc. – em certos destinos do nordeste que só têm clientes no verão? Ou no sul, somente no inverno? Ou perto das capitais, somente nos finais de semana? Em geral essas atividades, por não terem demanda constante, acabam não gerando uma “renda completa”. Mas se você tem um complemento de renda passiva, elas se tornam uma ótima alternativa, se forem de seu gosto.
  • Atividades que propiciam enorme realização pessoal, mas que são (em geral) mal pagas, como os músicos, escritores, artistas plásticos, artesãos.

Como alcançar?

Largar tudo, como dissemos, não é opção. Estabeleça um plano de aposentadoria e comece a poupar.

Assim, você formará uma renda passiva, composta de juros, alugueis e dividendos, que o sustentarão nas fases difíceis da sua nova etapa (lembre-se, você possivelmente será mal remunerado, pois não está mais atrás do dinheiro, mas da realização pessoal. Além disso, você provavelmente trabalhará muito menos horas).

Enquanto você poupa na atual ocupação, pode começar a visitar pessoas e locais envolvidos naquelas atividades que você pretende desempenhar depois de “auto-aposentado”. Pode iniciar cursos ou realizar estágios na área, começar a se capacitar.

No caso da geração de negócios pela internet, você pode fazer tudo isso em paralelo ao seu emprego atual. Pode iniciar seus estudos e sentir se tem afinidade com o ramo digital e até começar a tocar seu negócio. Se ele der certo, então você deixa o emprego. Essa é uma vantagem da internet sobre as demais opções: ela oferece um test-drive (as demais podem oferecer se sua empresa tiver a cultura de oferecer o ano sabático, o que é muito raro no Brasil).

Mas atenção, em qualquer dos casos, tome cuidado para não acabar trabalhando o mesmo tanto que em sua ocupação anterior. Você pode acabar transformando aquilo que era liberdade em uma nova prisão.

Comece agora!

Daqui a pouco nós lançaremos nosso novo projeto, que será totalmente sem fins lucrativos, chamado Mais Tempo Livre. Nele, abordaremos especificamente a geração de rendas alternativas, aposentadoria antecipada e realização pessoal. O site ainda não está pronto, mas você já pode se cadastrar para ser informado assim que for ao ar.

Mas, na questão financeira da aposentadoria antecipada, elaboramos esse simulador de aposentadoria pessoal abaixo, para você já começar a tatear o assunto.

O simulador é bastante completo. Ele prevê sua renda até o fim da vida (que já tem “data marcada”, conforme o senso do IBGE), com base nas seguintes informações:

  • O montante que você acumulará até a aposentadoria;
  • Seu sexo (mulheres vivem mais);
  • A rentabilidade anual real de seus investimentos (acima da inflação) (seja prudente, não use valores muito acima do que já consta da planilha);
  • A renda alternativa que você alcançará com seus projetos pessoais.

Para baixar a planilha LibreOffice, clique aqui, para a versão Excel, clique aqui. Lembre-se de preencher somente os campos com fundo branco. Os campos com fundo cinza são calculados automaticamente.

simulação de aposentadoria

Não se esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos e parentes. Essa planilha não é comum de se encontrar e pode ser justamente o que algum deles procurava.

Mais sobre os assuntos: ,

author-photo

Eduardinho é Auditor da Receita Federal e educador na área de Finanças Pessoais. Criador do método Carteira Rica de enriquecimento, o autor compartilha suas dicas neste blog e vai ajudar você a transformar o modo como lidar com seus investimentos.