brics

Brics: o pequeno investidor também pode ganhar com eles?

Globalização e BRICS

Mesmo antes de qualquer acordo oficial envolvendo os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – “South Africa”), a expressão já era usada na literatura (principalmente econômica e geográfica) há vários anos.

Certo é que os próprios países que compõem o Brics viram nessa aliança uma oportunidade estratégica para gerarem negócios (do ponto de vista econômico) e ganharem status (do ponto de vista político). Tecnicamente falando, não há formação de um bloco econômico, não há livre circulação de pessoas e bens, não há moeda única, etc. Porém, a recente criação de um Banco dos Brics demonstra que há uma disposição real das partes de promover uma maior integração entre si.

Embora a maioria das pessoas que buscam pelo acrônimo Brics na internet seja formada por estudantes, muitas vezes do ensino médio, essa busca não deveria se restringir a eles. Você, investidor, deveria se interessar um pouco mais sobre as características e, por conseqüência, as oportunidades dos Brics.

Características dos Brics

Os países em desenvolvimento que compõem esse grupo ostentam certas características que os colocam entre os principais destinatários dos investimentos feitos pelos grandes agentes econômicos mundiais, como os grandes fundos e as grandes multinacionais.

brics o que é

Grandes populações. Do ponto de vista econômico, grandes populações significam grandes mercados em potencial. Porém, apenas o fato de haver muita gente não é o suficiente para tornar o país atrativo para investimentos, são necessários outros requisitos, como veremos nos próximos itens.

países do bricsAlto nível de integração. Apesar das diferenças culturais (essas já bastante diluídas dada a globalização), os Brics se caracterizam por possuir uma população já integrada aos hábitos correntes dos países centrais. De nada bastaria uma população de centenas de milhões (ou bilhões), sem que esses sentissem a necessidade de consumir exatamente os mesmos produtos para os quais já existe know-how por parte da empresa disposta a investir no país.

brics significadoRiquezas naturais e disposição política para explorá-las. Se a legislação dos países centrais está cada vez mais proibitiva para atividades extrativas e industriais (estão se especializando no setor terciário – de tecnologia e serviços), os países do Brics se apresentam como o local de mão-de-obra barata e ampla disponibilidade de matéria-prima para onde as grandes empresas podem migrar.

bric acordoInfra-estrutura desenvolvida. Esses países já possuem capacidade de geração de energia, conjugada a condições logísticas para escoamento de produção, etc. Ou, mesmo que ainda não tenham a infra-estrutura necessária em um nível adequado, têm condições (por dinheiro próprio ou via acesso a financiamentos) para levantá-la.

[sc:promobox url=”https://carteirarica.com.br/cambio-investimentos-no-exterior” produto=”exterior”]

Brics: significado de serem alvos de investimentos

Pelas características dos Brics acima citadas, eles têm sido alvo do investimento das grandes empresas multinacionais e dos grandes fundos de investimentos. Esses, claro, sediados nos países centrais.

É justamente por isso que é acessível, hoje, aos pequenos investidores americanos ou europeus terem altos rendimentos nas ações de suas companhias, ainda que o mercado interno desses locais esteja, muitas vezes, estagnado.

Assim, o fato de uma empresa americana possuir grande parte de sua receita (e lucro) provenientes da Índia, por exemplo, tornam-na menos dependente do mercado americano, bem como propicia que ela se beneficie das altas taxas de crescimento que aquele país têm presenciado.

A oportunidade do pequeno investidor brasileiro com os Brics

Ok, e o pequeno investidor brasileiro, só pode investir no “B” dos Brics?

Felizmente, hoje, tendo a partir de 5 mil reais para investir fora do país, o pequeno investidor já pode abrir conta em uma corretora americana ou européia e, praticamente sem burocracias, começar a investir em empresas presentes nos países que mais crescem no mundo.

Essa é, sem dúvida, uma grande oportunidade para os investidores brasileiros, que dela têm se aproveitado para:

  • Diversificar seus investimentos, realizando um eficiente controle de riscos;
  • Aproveitar-se da variação cambial, potencializando a rentabilidade de seus investimentos;
  • Escapar das crises brasileiras e do efeito nefasto da inflação local.

Se você também se interessou por essa oportunidade de investimentos nos países mais promissores do mundo, clique no botão abaixo e descubra mais detalhes.

[sc:promobox url=”https://carteirarica.com.br/cambio-investimentos-no-exterior” produto=”exterior”]

Mais sobre os assuntos:

author-photo

Eduardinho é Auditor da Receita Federal e educador na área de Finanças Pessoais. Criador do método Carteira Rica de enriquecimento, o autor compartilha suas dicas neste blog e vai ajudar você a transformar o modo como lidar com seus investimentos.

1 Comentário