como aumentar score urgente

Como aumentar o SCORE (#Hacks e como Ganhei Indenização do Banco)

Na vida é assim, todo mundo tem um número que o representa: Identidade, CPF, Habilitação, e um número de SCORE… Ah, você não sabe o seu SCORE? Melhor, nem sabe o que é isso? Sem problema, neste artigo vamos explicar tudinho e ainda te daremos as dicas de como aumentar o SCORE rapidamente, se esse for seu caso.

No Brasil, a legalidade da utilização do SCORE como sistema de classificação de crédito aconteceu em 2014, quando o STJ decidiu favorável ao sistema, já utilizado por empresas de proteção de crédito, como Serasa Experian e Boa Vista Serviços (SCPC).

Desde então, convencionou-se que as empresas não precisam do consentimento do consumidor para consultar o seu SCORE, mas que devem fornecer a ele as informações de forma clara e precisa quando essas forem solicitadas, com base na Lei 12. 414/2011.

Vantagens de ter SCORE elevado

Se você já poupa e não compra nada a prazo, deve estar pensando, “de que me interessa esse assunto? Afinal, eu não preciso de dinheiro emprestado, compro sempre à vista, pago em dia minhas contas, meu crédito está ótimo!” Mas será que é assim mesmo?

Está bem, você já conquistou o orçamento equilibrado, as contas em dia e só quer saber de ganhar mais dinheiro e aprender a investir, correto? Ótimo! Então, que tal você trocar o velho cartão de crédito por um novinho em folha sem anuidade e completamente gratuito? Assim você deixa de gastar um valor significativo com mensalidade de cartão e pode investir esse valor, não é?

Pois para conseguir esse cartão, você vai precisar de uma boa pontuação no SCORE! É isso mesmo, não é só para empréstimos de dinheiro, aquisição de bens que o número do seu SCORE é consultado pelas empresas, é também para a concessão e prestação de serviços que envolvam, ainda que indiretamente, alguma forma de crédito/confiança por parte da empresa.

O Crédito é um dos principais motores da economia, financiando o consumo de pessoas e as atividades de produção das empresas. É tão importante que uma crise de crédito pode gerar uma crise mundial, como mostra esse artigo.

Considerando esse cenário, manter a possibilidade de crédito pessoal em dia até que não é nada mal, não é? Nesse quesito, o seu SCORE faz toda a diferença. Veja abaixo, as principais vantagens de ter uma pontuação elevada:

  • Melhores preços e condições de pagamento (diversas lojas consideram o SCORE para oferecer condições mais favoráveis aos clientes);
  • Juros mais baixos em cartões de crédito e financiamentos;
  • Aprovação mais fácil para aluguel de casas ou apartamentos;
  • Melhores contratos com operadores de telefonia celular;
  • Mais chance de conseguir o seu cartão com anuidade grátis;
  • Concessão de crédito com mais facilidade;
  • Taxas melhores para o seguro do seu carro;
  • Poder maior de negociação.

Sem dúvida, mesmo que você seja uma pessoa controlada e organizada, não dá para ignorar que em algum momento você pode precisar de algum desses serviços e sua pontuação poderá ser um dos fatores fundamentais entre um bom negócio e um “Não” como resposta.

Pontuação no SCORE

A pontuação varia de zero a 1000 pontos e reflete as seguintes situações:

  • Alto risco de inadimplência – até 300 pontos;
  • Médio risco – de 300 a 700 pontos;
  • Baixo risco – acima de 700 pontos.

Tudo bem, você não é rico – mas está a caminho, não é investidor, não movimenta altas somas financeiras: mesmo assim seu SCORE pode ser bem elevado, já que o principal critério não é a quantidade de dinheiro que você tem, mas sim seu hábito em honrar suas contas.

As instituições financeiras podem considerar o seu saldo no próprio banco como critério, mas outros fatores têm pesos, às vezes, superiores. As fórmulas de cálculo e a metodologia geralmente são ocultas do conhecimento geral, mas é possível saber alguns dos principais critérios para a pontuação. Veja abaixo:

  • Dados cadastrais atualizados;
  • Pagamento de contas em dia;
  • Relacionamento financeiro com empresas;
  • Freqüência da busca por crédito;
  • Acúmulo de dívidas.

Há fatores que não podem ser levados em conta por ser considerados discriminatórios, como por exemplo endereço, idade, cor da pele, orientação sexual, opinião política, mas como as empresas não são obrigadas a externar sua metodologia, é bom ficar de olho.

De toda forma, é seu direito saber e você pode e deve fazer valer este direito a qualquer tempo, principalmente se tiver um pedido de crédito negado, como foi o caso do Eduardinho. Ele conta o que aconteceu no vídeo deste artigo.

Por que todo mundo sabe meu score menos eu?

Não se preocupe, conhecer a pontuação do seu SCORE, como foi dito, é um direito garantido e você pode consultar gratuitamente no site da Serasa, por meio deste link:

https://www.serasaconsumidor.com.br/score/

Ou no site da Boa Vista neste outro link aqui:

https://www.consumidorpositivo.com.br/consulta-cpf-gratis/

Bastando efetuar um cadastro prévio.  Depois de efetuado o cadastro e confirmar sua solicitação por email, basta entrar no site, com seus dados e verificar sua pontuação.

aumentar score

Se você fez seu cadastro, entrou na página e se deparou com uma pontuação negativa (300 ou menos), não se desespere. Há inúmeras formas de melhorar seu SCORE, mas seja crítico, como essa pontuação é principalmente baseada em seus hábitos de consumo e pagamento adquiridos ao longo do tempo, nenhuma fórmula é mágica e não existe empresa que aumenta SCORE, cuidado com golpes.

Como aumentar meu score, urgente!

Urgente, urgente, mesmo, é muito difícil conseguir resultado significativo, já que, como explicamos antes, a metodologia para a pontuação considera um histórico de consumo que leva algum tempo para se construir. Contudo, é possível melhorar a pontuação significativamente seguindo as 6 dicas adiante:

1 – Pague suas contas em dia

Sabe aquela conta que você esqueceu de pagar e nem ligou porque o valor de juros era tão baixo e não fazia muita diferença pagar em dia ou com atraso? Este é um erro de quem quer manter alto SCORE. Quando se paga em dia, isso ajuda a melhorar seu comportamento como consumidor e faz toda diferença na pontuação.

Lembrando que pagar adiantado ou colocar no débito automático não ajudam a melhorar o SCORE. Mas atrasar, mesmo que seja uma conta de trinta reais, vai colocar todo seu esforço em se mostrar um “bom moço” a perder.

2 – Mantenha seus dados atualizados

Principalmente nas instituições onde você solicita seu crédito ou naquelas que pontuam, como é o caso do Serasa. Assim você mostra que é uma pessoa confiável e não quer se esconder. Empresas precisam de dados atualizados porque, caso você não pague, elas precisam do endereço correto para te acionar na justiça.

3 – Use (ou não) o Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo é um banco de dados com informações sobre pagamentos de cada consumidor. Atualmente, você precisa aderir ao programa com suas informações. O site do Serasa possui um passo a passo para fazer isso.

Porém há uma polêmica quanto a essa questão. Se por um lado, o cadastro pode ajudá-lo a aumentar o SCORE, por outro, pode ser motivo de tormenta, possibilitando oferecimento de crédito por instituições financeiras que têm acesso ao seu cadastro. O Eduardinho também explica isso no vídeo deste artigo. As financeiras podem passar a te ligar oferecendo crédito e nunca mais te darem sossego.

4 – Evite pedir empréstimos com pouco intervalo

Mesmo que você seja um bom pagador, evitar tomar empréstimos em seqüência pode ser uma boa medida para manter sua pontuação em dia, além de não comprometer sua capacidade de crédito futuramente.

Pedir crédito em vários lugares denota desespero e, portanto, alto risco de não pagamento.

5 – Pague suas dívidas imediatamente

Aí não tem jeito, se você tem dívida vencida e não-paga não dá para ter SCORE alto, concorda?

A saída é negociar com seus credores, estipular as melhores formas de pagamento e pagar tudinho. A velha máxima “Devo não nego, pago quando puder!” tem que ser abandonada de vez. Mesmo assim, é possível que ainda demore um pouquinho para que sua pontuação chegue a níveis satisfatórios.

O registro de inadimplemento tem o prazo máximo de cinco anos. Após isso, o Serasa (nem outras empresas) podem guardar histórico de inadimplemento seu.

6 – Cuide de suas contas e movimentação financeira

A movimentação financeira nos bancos, embora não te ajude diretamente com a pontuação de SCORE, te ajuda a criar um histórico dentro do próprio banco, o que pode contribuir ou não para você conseguir crédito nesta instituição.

Outra questão, é ter contas em seu nome e pagá-las (como já foi dito) em dia. Isso sinaliza que você é uma pessoa possuidora de renda, consumidora, usuária de serviços, que pode e consegue arcar com seus gastos. Ou seja, que é um bom pagador.

Tomar financiamento/comprar a prazo e conclusão

Com um pouquinho de disciplina é possível começar a aumentar seu SCORE em 30 dias (embora normalmente leve mais tempo para as ações surtirem efeitos).

De qualquer forma, o ideal mesmo é que você só precise do SCORE para o chamado crédito indireto que comentamos, nunca para operações de financiamento de bens de consumo.

As taxas de juros praticadas no Brasil são indecentes. Com freqüência nossos bancos são acusados de manter um cartel das altas taxas para manterem seus lucros elevados.

As empresas também não ficam para trás. Mesmo quando anunciam “taxa zero”, na verdade existe algum desconto à vista que camufla a existência dos pesados juros embutidos no preço.

Então a realidade é que quem precisa de empréstimo com freqüência provavelmente nunca alcançará a liberdade financeira e pouca coisa vai conquistar na vida.

Trate, portanto, de adequar seu consumo à sua renda e você será muito mais feliz do que adquirindo bens (muitas vezes pouco úteis) que você sequer pode pagar. Aprenda com os antigos (nossos avós não tomavam empréstimos…) pois a sabedoria de comprar à vista não pode ser esquecida.

Boa sorte em sua jornada!

Mais sobre os assuntos: , ,

author-photo
Elis é jornalista aficionada por finanças pessoais. Segue firme na trilha para a liberdade financeira.